fechar X
assine
Newsletter

Cadastre-se e receba todas as novidades



Terapia floral: extratos de flores ajudam no equilíbrio emocional

Publicado em 19 de Aug de 2015 por Redação |COMENTE

A terapia floral ajuda no controle emocional, ligados ou não, a desordens físicas. Conheça os benefícios dessa alternativa natural



Por Lila Oliveira | Foto FreeImages | Adaptação Web Guilherme Bomfim

terapia floral

Terapia floral ajuda no controle emocional

Incertezas, carência e insegurança, acompanhadas de problemas físicos, como dores de cabeça, inchaço e cólica. Se você é mulher e tem entre 20, 40 ou 60 anos, com certeza já gastou muita energia tentando se livrar desses companheiros nada agradáveis. Entre as centenas de práticas terapêuticas já desenvolvidas para enfrentar esses e outros desconfortos, a terapia floral está entre as mais procuradas. Isso porque as famosas gotinhas não são indicadas para tratar doenças específicas, e sim emoções e comportamentos em desequilíbrio, que, por sua vez, podem estar relacionados a várias desordens físicas, de acordo com a terapeuta Ana Roxo, de São Paulo.

Classificação das essências

O sistema floral de Bach é o mais conhecido – pelo pioneirismo do seu criador, Edward Bach, que norteou as pesquisas posteriores –, mas existem muitos outros grupos de extratos de flores que atuam na resolução de conflitos internos relacionados a doenças. “Os princípios florais foram pesquisados e organizados de forma semelhante, mas cada um tem suas peculiaridades. Os de Bach, por exemplo, baseiam-se em questões mais estruturais da personalidade, enquanto os de Filhas de Gaia, desenvolvidos a partir de flores do cerrado brasileiro, trabalham amplamente as questões femininas”, explica. Ainda existem os da Califórnia, Bush Australiano, Saint Germain e Minas.

Turbulência hormonal

Os florais são bastante úteis na fase mais crítica do mês para a mulher, que antecede o fluxo menstrual. Para o maior incômodo físico da tensão pré-menstrual (TPM) – a cólica –, a terapeuta indica o Chamomile, do sistema californiano. Além de aliviar a dor, a essência traz equilíbrio e disposição, assim como o Feminalis, de Minas, recomendado também para diminuir a dor de cabeça e a retenção de líquido. Um dos mais populares entre os florais de Bach, o Rescue Remedy é outra opção para ajudar a combater a cólica.

À beira de um ataque de nervos

As dores de cabeça, também características desse período, costumam vir acompanhadas de alterações de humor. Então que tal acabar com essa tormenta com uma dose de Purpureum, dos florais de Saint Germain? “Ele atua na desorganização emocional que se manifesta na TPM”, afirma Ana Roxo. Dos florais da Califórnia, a profissional destaca o Apricot para atenuar a irritabilidade. O Magnólia, do mesmo sistema, é sugerido para mulheres que se sentem frustradas e vulneráveis. “Esse extrato trabalha em cima de questões como autoconfiança e otimismo, evitando que os fatos sejam vistos de forma dramática e distante da realidade.”

Bloqueios emocionais também podem ser sanados com a essência She Oak, do sistema Bush Australiano. Para retomar a calma, contendo a inquietação que marca esses dias, a terapeuta floral e psicóloga Jaqueline Matos, de Itaúna (MG), indica Impatiens, dos Florais de Minas. A profissional, da Associação Mineira de Terapeutas Florais, ressalta ainda que esse turbilhão de emoções leva, muitas vezes, à compulsão alimentar e, para esse sintoma, a dica é optar por gotinhas de Levitate.

Em paz com a idade

A menopausa deve ser encarada com naturalidade, uma vez que faz parte do processo de envelhecimento natural da mulher. Mas nem sempre é fácil lidar com as mudanças que essa nova fase traz; quando as emoções estão em desequilíbrio, o corpo sente ainda mais essa passagem do tempo. Para a terapeuta holística Maria Luiza Arcuri, de Barretos (SP), trata-se de um momento que demanda, além de um estilo de vida mais saudável, um olhar positivo em relação à vida. “É nesse sentido que a terapia floral pode colaborar”.

Tranquilidade é a palavra-chave para essa etapa da vida, e uma das essências capazes de proporcionar a sensação é a Pomegranate, da Califórnia, que facilita a tomada de novas direções sem que haja muito desgaste de energia. O floral Caju, do sistema Filhas de Gaia, é mais um aliado da mulher, proporcionando alegria e vitalidade. “Walnut, de Bach, também é ótimo para processos de transformação, por estar ligado à fl exibilidade e à adaptabilidade”, acrescenta.

Para esfriar a cabeça

Dos florais de Minas, o Feminalis – associado ao alívio das dores de cabeça nesses períodos – é lembrado na menopausa também pelo fato de que trata os famosos calores. O sintoma pode, ainda, ser amenizado pelo Mulla Mulla, proveniente do sistema Bush Australiano. Nessa fase da vida, muitas mulheres apresentam falhas de memória e dificuldade de concentração, o que pode melhorar com o uso do floral mineiro Rosmarinus.


COMENTE